Escritora de textos que expressam o Cotidiano & Seus Clichês, que acometem à todos nós.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Dores

Há dores que se repetem, 
doem na mesma intensidade talvez maior um pouco.
Há dores que a gente acha até que esqueceu, 
que já passou, mas olha pra trás e vê o quanto doeu.
E dói de novo lembrar, dói de novo de novo, 
por outro motivo, por outro descaso do amor.
Do amor que veio apressado, do que perdeu o itinerário 
e não chegou.
Dói um tanto que faz a desgraça do não querer mais amar, 
dói o sem querer apegar.
Bem sucedido ou não o coração de alguém conhece de perto, 
ou melhor de dentro essa dor.
Porque não importa quando, um dia dói!!!

Joany Talon

Nenhum comentário:

Postar um comentário