Escritora de textos que expressam o Cotidiano & Seus Clichês, que acometem à todos nós.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Recomeços

Iniciar algo sugere que pensemos o quanto algo não deu certo ou precisou findar pra de novo acontecer, não importa de que forma. Um trabalho novo, uma casa nova, um novo amor, uma nova atividade e radicalmente falando, uma nova vida.
Afinal, eu duvido muito que aqui ninguém tenha que ter recomeçado alguma coisa em determinando(s) momento(s). Coisas da vida, fazer o quê e graças a Deus por essa segunda, terceira ou incontável oportunidade! Quando falamos em dar um passo novamente, estamos dispostos também a fazer consertos ou de pelo menos não errar mais nesse ou naquele aspecto. Geralmente os recomeços são o "again" certeiro quando a tentativa anterior não saiu como deveria, e por isso eu considero super importante essa chance da vida!
Um relatório, um projeto, um namoro, um emprego, um caminho ou até uma simples receita, sempre podemos fazer de novo e de outra maneira. A gente recomeça quando alguém que amamos tanto se vai pra sempre, e somos obrigados a seguir em frente de uma nova forma, a ausência de um ser importante pode se tornar um "start" pra um novo início, mesmo que triste mas cheio de ensinamentos. Quando a gente recomeça, a gente tende a se aperfeiçoar, acumular bagagem, histórias, exemplos e principalmente experiências. Lições que fazem com que possamos avançar, evoluir, ficar mais fortes pro mundo, pra vida e pra nós mesmos.
Quantas vezes a gente comete algum erro, começa tal coisa  nada sai como esperávamos e a partir dessa decepção vem a raiva, a prostração e o pior de tudo a desistência? Somos humanos e devemos entender que temos a proeza de não ter que acertar sempre, que podemos usar de recomeços quantas vezes queremos e precisamos, que é esse ciclo que engrandece a gente como pessoa, que faz da nossa postura algo sólido e experimental pro alcance de objetivos e pro curso natural da vida que insiste em se refazer a cada amanhecer.

Joany Talon​

Nenhum comentário:

Postar um comentário